9.29.2015

Como é ter 18 anos e ter pensamentos diferente?

Existe uma pressão muito grande sob meus ombros. Vozes de todos os lugares dizendo — você precisa, você tem, precisa acertar — mas nenhuma dessas vozes dizem — eu sei que é difícil, estou aqui, você pode errar, não vamos lhe julgar — e essa pressão faz com que eu me sinta inútil.
Não me sinto preparada, eu não estou preparada para isso, não novamente. Me colocam pressão de que já estou com 18 anos, que já sou uma adulta e me cobram coisas de adultos mas, ao mesmo tempo eu ainda sou uma criança, me tratam como uma e falam comigo como se eu realmente fosse uma... O que eu realmente sou? I don't know! 
Eu estou com medo e confusa mas não posso nem falar sobre e ninguém se importa de verdade com isso. A sociedade, o meio em que vivemos, apenas lhe julga "ou você é burro ou é inteligente" e como? Com notas. 
Não é certo, avaliarem uma pessoa se é boa ou não, através de notas, de coisas que você decorou ao longo dos anos, é o mesmo que você pedir para um grupo de animais para que subam em uma arvore, todos vão conseguir? não. Um peixe por exemplo não conseguiria, e é exatamente isso que está acontecendo. Eu sou um peixe, e estão me avaliando pedindo para que eu suba numa árvore, mas eu não sei! E por causa disso, sou julgada como incompetente e burra. 
Mas este é um método justo, fazemos com todos os alunos, todas as pessoas! Pois eu digo, pode até ser um método feito para todos, mas quem disse que igualdade é literalmente algo bom? O que vale mesmo, é a equidade*apreciação, julgamento justo. respeito à igualdade de direito de cada um, que independe da lei positiva, mas de um sentimento do que se considera justo* Mas ao mesmo tempo, é o que mais falta. Eu sou esse peixe, e sei que muitos também são, e por que eu preciso ser tão boa em cálculos? Química? Exatas para ser mais exata, por que? Porque eu sou considerada burra por não saber exatas e sim humanas? 
Por que saber exatas lhe faz inteligente, e saber humanas lhe faz ser burro? Não é justo!
Uma pessoa que é ótimo em exatas, poderia fazer uma prova apenas com exatas para entrar no tão sonhado curso, e o quem é bom em humanas, fazer prova de humanas, e é boa em ciências na natureza, faça a prova do mesmo. 
Mas, por que eu preciso demonstrar que sou boa, que sou inteligente numa prova corrigida por qualquer um? Corrigido por alguém que, nunca me viu, que nunca me ouviu, que nunca prestou atenção na minha visão e no meu modo de falar? Por que? 
A sociedade anda cada vez mais em retrocesso, querem fazer provas para provar que o aluno é ruim, e que ele não estudou o suficiente mas,  me diga, estão pagando corretamente os professores? Não!  Como querem que eu me saia bem numa prova onde, o professor mal pago e desvalorizado não teve motivação para me ensinar bem? É culpa do professor? Sim. É culpa minha? Sim. É sua culpa? Sim. A culpa é nossa por aceitar de boca calada e cabeça baixa, tudo que nos impõe! 
E o que acontece? Nós somos submetidos a provas bestas e idiotas, para provar que você é um peixe e que você não pode subir numa árvore. Querem submeter que você é burro, querem que você se sinta assim! Querem que você seja bom apenas em cálculos e não em humanas mas pra quê? Eu tenho uma boa resposta bem lógica para essa pergunta.
Não querem que você pense, que você estude história corretamente, não querem que você entenda de política muito menos filosofia e sociologia pois assim, ficaremos cada vez mais do jeito que eles querem, burros! Não burros de matéria e sim, de aceitar tudo o que eles querem. 
Eu estou cansada dessa pressão, estou cansada de ser vista como a louca por pensar assim, e cansada de dizerem que eu preciso passar nessa prova, que meu curso não é bom. Querem que eu faça direito, farmácia, medicina mas, isso não sou eu! Eu posso ser pobre a vida toda, mas eu cansei de ser apenas mais um na sociedade. EU NÃO SOU MAIS UM AQUI! Eu quero ter voz, eu quero me pronunciar, quero que alguém me ouça e diga — hey, eu também penso com a minha própria cabeça, vamos lutar juntos — eu quero que as pessoas acordem! Cansei de sermos tratamos como ninguém, como apenas seres burros fazedores de dinheiro para bancar mais e mais a barriga de corruptos. 
Eu estou com essa pressão sob mim, acho que vou acabar explodindo. Eu preciso de ajuda, preciso que alguém me olhe nos olhos e diga "você não é burra! Você é pensante" eu não quero ser egoísta, apenas não quero ser mais e aceitar tudo calada. Não quero ver meu dinheiro indo para impostos, e esse imposto indo para carros novos de corruptos que poderia ser minhas economias para um carro para mim, viagens internacionais para corruptos que poderiam ser minhas economias para viagens de férias para mim, meu dinheiro indo em restaurantes grã finos para corruptos, sendo que poderia ser minhas economias para ajudar minha família, para me ajudar, para arrumar essas ruas que está cada vez mais degradantes, ajudar na educação que não paga um professor, ajudar um aluno carente, ajudar as pessoas de ruas com programas sociais de verdade e não apenas um programa "segura voto"! Eu quero fazer a diferença, eu quero ser diferente, e eu quero, não ter tanta pressão sob minhas costas. 
Eu ainda não sou adulta, mas também não sou criança. O que eu realmente sou? I don't know, eu não sei! Eu não sei. Mas eu sei de uma coisa, eu sei que não sou igual. 
O que você realmente é? 
Instagram: @_ruivandginger
Snapchat: jhessycarvalhos oo
Twitter: @jessiecarvalhos bb.

9 comentários:

  1. Fiz 18 anos esse ano e sei como realmente é tenso, minha família falando uma coisa, meu namorado outra e eu querendo outra diferente. To fazendo o que eu quero e não to nem ai se me acham burra! :)
    Relaxa, vai dar tudo certo, esse momento é confuso mesmo. Mas não da pra se escolher algo que se quer pra "sempre" com apenas 18 anos de vida..
    http://corujasemasas.blogspot.com.br/
    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  2. Essa coisa de ter 18 anos é bem tenso. As pessoas passam a cobrar coisas da gente que ainda não estamos preparados e ninguém quer conversar, só cobram. E se tem algo que eu odeio é esse negócio de bom aluno é o que tira boas notas.
    Quando você fizer suas escolhas, tudo vai passar. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto! Adorei, realmente temos que fazer o que realmente gostamos e não ficar indo pelo que as pessoas que nos põem pressão dizem, a vida medíocre das pessoas é só trabalhar para encher a barriga mas parece que a felicidade não importa mais. Parece que vivemos por viver, a propósito isso acabou me dando uma ideia de escrita.
    Gosto de saber que existe pessoas como você que pensa como eu.
    nicoleprass.com.br

    ResponderExcluir
  4. O que eu sou realmente, podemos dizer que sou um peixe também ou não mas sou confusa sim confusa com 21 anos, quase me formando mas sou confusa, professores avaliam minhas notas, ontem mesmo deixei uma prova em branco, mas meu professor viu que eu poderia estar confusa e me deu uma chance, uma chance de provar que não sou burra talvez? ou uma chance de ficar menos confusa, sabe que eu não sei dizer, mas acho que foi uma chance porque estava com medo de algo porque realmente nunca tinha acontecido aquilo comigo, mas no fundo eu também nã quero ser mais uma, mas na verdade não sou mais uma, e nem você, mas a sociedade ow sociedade que ao mesmo tempo é tão calada e tão julgadora, mas hey você não é burra beijos lindona <3 http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Quando eu fiz 18 anos foi super tranquilo, meus familiares nunca me colocaram pressão sobre o que fazer dali em diante ou o que deixar de fazer. Ou então como agir. Tive isso desde sempre.
    Mas geralmente acontece o inverso como você disse.
    Adorei teu texto, ótimo mesmo!
    bjuxxxx
    www.taayvargas.com

    ResponderExcluir
  6. Ainda lembro quando fiz dezoito. A pessoa se ver em um dilema, buscando a si próprio e ao mesmo tempo buscando se divertir diante da liberdade que se inicia.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas nao foi isso que eu quis dizer em meu texto não '-'

      Excluir
  7. Já passei por essa pressão, confesso que ainda não sei lidar e durmo pensando em muitas dessas questões. Ser diferente é bom no sentido que você não se sente dentro do mar de hipocrisia que está lá fora querendo te julgar e te engolir e silenciar a sua voz. Não permita. Pode parecer fácil falar mas já tentei "seguir a multidão", quis morrer. É a pior coisa do mundo. A unica coisa que tenho para te dizer é: seja você, não mude para se encaixar em padrão nem para agradar ninguem. E se algo te afeta, faça o possível para mudar.
    www.rumorandhorror.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ei Jéssica! Boa noite. Adoramos (Eu e a Hani!) seu blog. Parabéns pelo seu trabalho, dá pra ver que você tem muito amor pelo que faz.
    E sobre o post, com 19 não muda muita coisa não, mas já começa a "clarear" rs. Sucesso!

    ResponderExcluir

Bom se você comentar aqui por favor fale da postagem e se você seguir avise-me que esta seguindo mais por favor fale da postagem, comentários como "seguindo, segue de volta" serão totalmente ignorados, comentários ofensivos a mim ou a qualquer outro blog sera excluído e ignorado, obrigado pela atenção.
Blog II *u*
RAWR Jhessy

Alguns emotions para você usar:

♥❤∞ ☆ ★ ✖ 。◕‿◕。® ™ ☏✿゚✤
(◕‿◕✿) 。◕‿◕。 ⊱✿◕‿◕✿⊰(◡‿◡✿)(◕〝◕)◑▂◐ ◑0◐ ◑︿◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ◑△◐ ◑▽◐
●▂● ●0● ●︿● ●ω● ●﹏● ●△● ●▽●
⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙
≡(▔﹏▔)≡

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...